Categoria: monitoramento

Fotos de paisagens são constantes nas mídias sociais. Um exemplo disso são fotos que incluem o nascer e pôr do sol.

Com a ideia de não limitar essas imagens, que acabam sendo um tanto como inspiradoras, Michelle Chandra criou um projeto chamado “All Our Suns” onde a uma plataforma reúne todas as fotos postadas no Instagram com as hashtags “#sunrise” e “#sunset” incluindo a utilização de um algorítimo de dados que se incorpora essas imagens a três mapas atualizados em tempo real.

adnews-1377288271432563747c9f078596bb185ba5ea0923c0330a58e51e9f2dd

Servindo também como um ótimo exemplo de monitoramento com imagens, esta ferramenta permite que você – mesmo dentro de um escritório – consiga ver o céu de vários lugares ao redor do mundo sem sair de onde está.

Gostou e quer testar? Saiba mais: http://michellechandra.github.io/synchronicity.html

O facebook modificou a API (antes 1.0, agora 2.0, 2.1 e 2.2) que permite o monitoramento de publicações abertas nos murais ou em fanpages. Muita gente criticou, inclusive quem trabalha com a coleta de informações, porém a plataforma alega o discurso de proteção e privacidade de dados que são dispostas na rede.

Mas o que muda?

O SCUP fez um vídeo para explicar melhor, confira, aperte o play:

Com o acesso a informação através da internet, a popularização dos aparelhos e dispositivos eletrônicos, os espaços virtuais de interação denominados mídias sociais, se tornaram grandes porta vozes dos usuários.

Isso favoreceu e encurtou os laços de contatos entre famílias, grupos, empresas, organizações e também influenciou na repercussão e na análise de quem fala para o quê ou quem. Muitos já usam as redes sociais para elogiar, criticar positiviamente e negativamente

“(…) as marcas estão potencializando manifestações e ampliando o diálogo. Já as reclamações e críticas, que são valiosas para a evolução da empresa, quando feitas em ambiente público, podem gerar uma reação em cadeia incontrolável. Uma queixa feita por um cliente pode ser compartilhada por qualquer pessoa, gerando críticas muitas vezes infundadas e danos desnecessários à imagem da marca.”

(APP – Associação dos Profissionais de Propaganda)

Nem tudo está perdido: é quase impossível  não pensar em benefícios que a sua marca pode ter diante desse contexto. Pensando nisso, criei um quadro com  quatro dicas importantes e indispensáveis para você entender o porque de monitorar a sua marca na WEB.

Confira imagem ilustrada:

 

Por: Adiene Oliveira | Social Media